Um pouco de perfume

Postado em
0

Em todos os Encontros de Casais da nossa igreja, em um dos vários momentos especiais, um hino (um pouco antigo), escrito por uma freira, a irmã Judith Junqueira Vilela, chamado: “Um pouco de perfume”, é sempre cantado. Além da emoção transmitida, o momento também fica marcado pela reflexão gerada através da letra:

Fica sempre um pouco de perfume

Nas mãos que oferecem rosas

Nas mãos que sabem ser generosas

Dar o pouco que se tem a quem tem menos ainda

Enriquece o doador, faz sua alma ainda mais linda

Dar ao próximo alegria parece coisa tão singela

Aos olhos de Deus, porém, é das artes a mais bela

Dar é uma sábia prioridade. “Há muito mais alegria no dar”, disse o apóstolo Paulo que este era um ensinamento de Jesus. Realmente, o nível de alegria experimentado por ser a resposta para a provisão de alguém é muito maior do que o prazer de recebê-la.

Há um nível de alegria que apenas os generosos experimentam. A generosidade é sim uma das fragrâncias do amor de Deus. Como Seus filhos, precisamos “amar de tal maneira” a ponto de dar. Ele quer nos usar para socorrer os necessitados, abençoar uns aos outros e semear o amor.

A letra do refrão desse hino mostra uma grande verdade: Aquilo que você dá não sai completamente de você. Quando um agricultor lança uma semente na terra, ele perdeu a semente? Não. Ele ganhou uma colheita!

O que tem ficado em “suas mãos”? Aquilo que você dá deixa uma boa marca em si mesmo. Quando oferecemos rosas, um pouco de perfume fica em nós. O “seu cheiro” será determinado pelo o que você tem dado, semeado na vida do próximo.

 “… por meio de nós, manifesta em todo lugar a fragrância do seu conhecimento. Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo…” (II Coríntios 2.14-15)

Que sejamos mais e mais generosos, românticos, doadores… cheirosos!

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA