A saída é permanecer

Postado em
0

Tenho compaixão desta gente, porque há três dias que permanecem comigo e não têm o que comer” (Marcos 8.2).

A Bíblia deixa claro que Jesus se compadeceu diante dessas pessoas que permaneceram com Ele naqueles três dias. O próprio Cristo disse que tinha compaixão dessa multidão, por permanecer com Ele mesmo sem comida e no deserto. Na Bíblia, em grande parte dos milagres nos quais Jesus esteve envolvido na terra, é mencionada a fé das pessoas e também a compaixão de Cristo por elas.

O permanecer com Ele, independente de qualquer coisa, vai mover o coração do Senhor em seu favor para que a sua necessidade seja suprida. A compaixão d’Ele se volta para nós através do permanecer. O nosso maior tesouro deve ser o Senhor e a Sua presença.

Se você ama Jesus, é capaz de permanecer com Ele mesmo no deserto. Por causa disso, sabe o que vai acontecer? Ele vai encontrar uma saída. 

Existem saídas que são chaves detalhistas nas quais você não tinha pensado. Num estalar de dedos, Ele vai lhe mostrá-las. Quando você prioriza os princípios divinos para sua vida e família, Ele vai olhar para você e a sua mão poderosa, através da compaixão, vai buscar uma saída. Não deixe Jesus, mesmo que você esteja num deserto emocional, financeiro ou na área da saúde. Não abandone Jesus, Ele vai encontrar uma saída, mesmo “aos 45 do segundo tempo”.

Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi guiado pelo mesmo Espírito, no deserto, durante quarenta dias, sendo tentado pelo diabo. Nada comeu naqueles dias, ao fim dos quais teve fome. Disse-lhe, então, o diabo: Se és o Filho de Deus, manda que esta pedra se transforme em pão. 4Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Não só de pão viverá o homem (Lucas 4. 1-4).

Se encha do Espírito. Ore em outras línguas, pois como Jesus estava cheio, precisamos estar. Quando você se coloca nessa posição de filho amado, que permanece n’Ele, o deserto vai se transformar num lugar de acréscimo de Deus para sua vida.

Ele não preparou um lugar para você morar como o deserto, pois esse é um local de passagem, mas você pode aprender a passar pelo deserto permanecendo n’Ele e ainda vai sair com um “plus”.

Na passagem acima, em Lucas 4, Jesus estava passando por uma pressão, sendo tentado pelo diabo. Nesse deserto da tentação, Jesus não transformou pedra em pão, pois entendeu que aquele bombardeio era do diabo contra a vida d’Ele, por causa do propósito que Deus tinha em Sua vida.

Não abra mão do Senhor, não ceda ao diabo em meio a um deserto. 

Outras tentações vieram para Cristo por 40 dias, mas teve um momento em que essa pressão passou. O deserto da tentação cessa.

O que você precisa é permanecer firme no senhor!

Se for só uma questão de falta, vai vir saída para você. Se for questão de tentação, vai vir saída também. Às vezes, estamos no deserto por obediência, por fazer algo correto. Sua decisão de obedecer ao Senhor e permanecer pode lhe trazer um processo de deserto, mas, por ter obedecido, Deus vai lhe dar uma saída. Fique tranquilo.

No livro de Gênesis, lemos que José passou por um processo de tentação, mas ele correu e bateu em retirada. Parecia que ele estava num deserto, mas só estava sendo preparado para ser exaltado pelo Senhor.

Aquele que está na condição de humilhado por causa do Senhor, Ele vai exaltar. Tem lugar de autoridade para quem se posiciona n’Ele. O deserto vai passar, o suprimento vai chegar, Ele vai lhe exaltar e as coisas vão acontecer. Haverá uma saída!

“Passadas que foram as tentações de toda sorte, apartou-se dele o diabo, até momento oportuno. Então, Jesus, no poder do Espírito, regressou para a Galileia, e a sua fama correu por toda a circunvizinhança. E ensinava nas sinagogas, sendo glorificado por todos” (Lucas 4.13-14).

Jesus começou cheio, mas no verso 14 não estava mais apenas cheio, mas no poder do Espírito Santo, andando nesse poder. Fique pronto para as pessoas dizerem que tem algo diferente em você só em chegarem perto. Você enfrentou o deserto permanecendo n’Ele, não abriu mão dos Seus princípios e Ele está mandando anjos para supri-lo.

A sua saída é permanecer em Cristo!

Qual o benefício da tribulação? O benefício vem se você permanecer no Senhor. Tem coisas que precisam de um podar d’Ele e isso vai fazê-lo crescer. 

“Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que, estando em mim, não der fruto, ele o corta; e todo o que dá fruto limpa, para que produza mais fruto ainda. Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado; permanecei em mim, e eu permanecerei em vós. Como não pode o ramo produzir fruto de si mesmo, se não permanecer na videira, assim, nem vós o podeis dar, se não permanecerdes em mim.Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.” (João 15.1-4).

Ele permanece quando você permanece. Mesmo na estação de deserto, você vai continuar dando fruto. No reino, fruto do Espírito está relacionado à caráter. Quando você permanecer n’Ele, você vai dar muito fruto e coisas boas vão fluir de você mesmo passando por uma dificuldade (Mateus 12.35). Paz, bondade, mansidão, domínio próprio (Gálatas 5.22), enfim, independente da estação, o bom fruto vai sair de você.

*Trechos da mensagem ministrada na Igreja Verbo da Vida em Campo Grande, Recife (PE)

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA