Tomando posse

Postado em
0

por Bud Wright

*Trecho do Livro Não fale Negativo 

“Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo” (Efésios 1.3).

O que a Bíblia diz? Deus vai abençoá-lo? Não! Ele já faz isso — Ele tem abençoado. Na verdade, há algumas traduções da Bíblia que dizem que Ele já nos abençoou. Você é abençoado! Diga isto em voz alta: “Eu sou abençoado”.

Não é uma coisa que Deus vai fazer. Ele já fez. Por isso, pare de falar que você é desgraçado, infeliz ou miserável. Você é abençoado. Precisamos aprender a receber de Deus. Precisamos aprender a tomar posse do que Deus nos deu.

Ele colocou uma mesa para nós com todas as bênçãos nas regiões celestiais. Nossa fé nos fará ir até a mesa e nos servir à vontade. O banquete já foi pago. Sente-se e desfrute do que é seu.

De que você precisa? Paz, alegria, provisão financeira, cura? Tudo isso já lhe pertence, então vá até a mesa e pegue, pois é seu. Eu gosto de ler a Bíblia na minha casa e louvar ao Senhor pelas promessas que leio.

Eu declaro e agradeço porque essas promessas me pertencem e posso desfrutar delas. O que eu estou fazendo? Servindo-me à mesa.

Quero desafiar você a pegar sua Bíblia, um lápis e um caderno e ler o Livro de Provérbios. A cada versículo que você encontrar com uma promessa para os justos, os filhos e os que temem o Senhor, pare, reescreva o versículo no caderno e depois leia em voz alta.

Pense sobre ele, meditando, e confesse tomando posse para sua vida. Com fé, agradeça e louve ao Senhor, crendo que você está recebendo aquela promessa em sua vida.

Por exemplo, há um versículo que diz que quem teme o Senhor é cheio de vida. Eu li esse versículo várias vezes, meditei sobre ele, então confessei:

“Eu temo o Senhor, por isso sou cheio de vida”. Comecei a rir, alegrando-me no Senhor, recebendo aquilo para mim. Louvei a Deus: “Pai, obrigado porque Sua vida está em mim. Eu sou cheio de vida, viverei bem nesta terra. A vida de Deus está em mim. Meu espírito é
cheio de vida, meu corpo é cheio de vida. Aleluia”.

A mesa está posta, sirva-se, pois você é filho. Aprenda a receber pela fé aquilo que Deus já lhe deu.

As palavras têm Poder!

“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem. E não entristeçais o Espírito de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção” (Efésios 4.29-30).

Precisamos ter cuidado com o que falamos porque isso afeta nossa vida e determina aquilo em que vamos crer e o que vamos fazer ou colher. Palavras são sementes. Elas podem afetar, de maneira boa ou má, a vida de quem as fala e a vida de quem as ouve.

Que resultado suas palavras produzem na vida de outros? Elas ferem as pessoas? Nossas palavras devem edificar, produzir vida; devem ser doces como um favo de mel.

Você não pode dizer que ama alguém se você fala mal dessa pessoa. Fofocar não é edificante. Semear discórdia entre os irmãos é abominação contra o Senhor (ver Provérbios 6.19).

A mentira também aborrece a Deus.

Eu sempre digo: crentes não mentem. Se alguém que deseja falar com você ligar para sua casa e outra pessoa atender, não peça que ela minta dizendo que você não está. Seja sincero, a mentira sempre lhe fará perder mais à frente.

Talvez você pense, uma mentirinha não faz mal. Faz sim! Uma “mentirinha” danifica seu caráter porque você começa mentindo nas pequenas coisas e acabará mentindo nas grandes. Se viver mentindo, sofrerá as consequências.

Cedo ou tarde suas mentiras acabarão reveladas, trazendo a vergonha para sua vida.

Está na hora de a Igreja deixar de falar tolices. Devemos alinhar nossas palavras com a Palavra de Deus. Não reproduza maus hábitos brasileiros. Eu reproduzia muitos maus costumes do meu país que não tinham valor algum. Deus me disse: “Você precisa mudar”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA