Jovem do Verbo da Vida em Bauru (SP) lançou um EP. Confira a entrevista!

Postado em
1

Apaixonada por música desde cedo, a jovem Beatriz Manarin, estudante de Publicidade e Propaganda, e colaboradora integral da Igreja Verbo da Vida Jardim Vitória, em Bauru (SP), recentemente lançou o EP “Identificação”, com quatro faixas. Tivemos a oportunidade de conversar com ela sobre a elaboração deste álbum e todo o processo criativo que envolveu esse momento tão significativo. Acompanhe:  

PORTAL: Soubemos que, desde cedo, você gosta de compor. Como você desenvolveu esse talento e percebeu que gostaria de perseguir esse caminho?

BEATRIZ MANARIN: É verdade, componho desde criança e qualquer situação que acontece na minha vida, boa ou ruim, importante ou boba, torna-se uma canção. A música foi algo que Deus “acendeu” em mim e, por meio dela, me expresso. Gravei 4 músicas, mas já possuo outras composições que desejo gravar. Todas elas surgiram em tempos de intimidade com Deus — são orações cantadas.

PORTAL: Em que momento você entendeu que realmente deveria gravar um EP?

BEATRIZ MANARIN: No ano passado, minha mãe foi infectada pela Covid-19 e precisou ser internada. Foi um momento muito difícil para toda minha família, pois minha tia, que era muito próxima a nós, havia falecido um mês antes desse acontecimento.

Graças a Deus, minha mãe voltou para casa curada, falando sobre as experiências que teve com Ele enquanto cantava minhas músicas no hospital, mesmo estando bem fraca e cansada, sem conseguir lembrar de toda letra. Por esse motivo, ela começou a me estimular para a gravação das canções, mas sempre tive muita vergonha e não me achava capaz ou boa o suficiente para isso. Ela não desistiu, continuou insistindo e, quando abri meu coração, Deus começou a me corrigir. Pude entender que não se tratava da minha capacidade, muito menos do meu talento, mas da unção e do poder d’Ele que tocaria vidas através dessas canções.

PORTAL: Como se deu o processo de criação do EP? 

BEATRIZ MANARIN: Muitos amigos me ajudaram a fazer tudo isso acontecer e, no fim, foi muito além do que eu imaginava! Sem eles, não teria acontecido nem 10% do aconteceu. Os meninos “agarraram” isso comigo e passaram dias, noites e madrugadas ensaiando e pensando em formas de ficar tudo perfeito.

Foi um longo trabalho e eu tive os melhores ao meu lado! A gravação foi composta por João Manarin (bateria), Samuel Granado (baixista), Higor Henrique de Melo (tecladista) e Paulo César Moraes (guitarrista). A cobertura foi realizada por Maria Luiza Manarin, Júnior Ramos, Isabel Ramos e Jhennyfer Andrade — todos da equipe de comunicação da Igreja Verbo da Vida Jardim Vitória. 

PORTAL: Quais foram as referências e motivações para o EP “Identificação”? 

BEATRIZ MANARIN: A redenção sempre foi o assunto que eu mais amei em toda a Palavra. Em 2018, li o livro Identificação de E.W. Kenyon, e foi aí que surgiu a primeira das quatro canções. Pela maneira como fui tocada por este livro, decidi dar o mesmo nome ao EP. Uma música se conecta à outra e todas carregam uma história. A música “Aleluia” é a única composição que não é minha, ela foi escrita pelo meu amigo e líder Fábio Baio.

PORTAL: Qual é a mensagem que você deseja passar com “Identificação”?

BEATRIZ MANARIN: Hoje em dia, muitas pessoas estão carentes de amor, submetendo-se a paixões rasas, quando, na verdade, o maior romance da história do mundo foi consumado por amor a elas!

A mensagem que desejo transmitir através do EP “Identificação” é realmente esta: você é verdadeiramente, profundamente e imensamente amado, a ponto do Filho de Deus dar Sua própria vida por amor a você. Aceite esse amor, desfrute dele, entregue-se sem reservas e acorde com expectativa de viver todos os dias compartilhando Ele.

O EP “Identificação” já foi disponibilizado em todas as plataformas digitais. Para ouvir pelo YouTube, acesse

1 COMENTÁRIO

  1. Como a Bia impacta minha vida, eu já estava animada para ouvir esse EP desde o momento que ela disse que ele iria sair e uau como é tocante.

DEIXE UMA RESPOSTA