Manhã na Conferência mostrou que falar e ouvir relatos de fé conduzem à vitória

Postado em
0

O segundo dia da Conferência de Ministros Sudeste começou com centenas de ministros da região envolvidos em um tempo dedicado a muito louvor e adoração. O pastor Juarez Rodrigo da Igreja Verbo da Vida em Belo Horizonte (MG) conduziu todos nesse momento com o grupo de louvor local, e Renato Gaudard e Marcelo Carvalho foram os pregadores.

FALE FÉ !

Renato Gaudard, diretor executivo do Ministério Verbo da Vida, foi o primeiro a ministrar.

Ele falou um pouco sobre histórias. “É muito bom ouvir alguém contando bem uma história, o tempo passa e você nem vê. Contar bem uma história é diferente de contar uma boa história. Muitas vezes, ouvimos histórias parecidas de pessoas diferentes, de uma o relato parece bom e o outro, ruim, porque tem gente que sabe deixar uma história boa”.

“Quando você conta uma história, ela fica boa ou ruim? Que tipo de reações provoca no ouvinte? Deixa ele inspirado e empolgado? Você é do povo da fé, tem boas histórias e sabe contar bem histórias, porque você tem boas histórias para contar”.

Com base em I Samuel 17. 24, Renato pregou veementemente sobre a história de Davi e indagou “Sabe qual foi a primeira coisa que Davi fez antes de vencer o gigante? Ele diminuiu o gigante. Você quer começar a lidar melhor com seus problemas? Davi, antes de matar Golias, ele diminuiu o problema”.

Tem gente que acha que, quanto maior você apresentar o problema maior vai ser a vitória, mas quanto maior você apresentar o problema, mais você dificulta a vitória.

Renato abordou detalhadamente a vitória de Davi diante do gigante Golias, fazendo paralelos inspirados com a nossa vida e como vencer aqui na terra. Ele também deu conselhos das posturas que precisamos ter diante das derrotas e das vitórias. Sempre alertando para o cuidado com as nossas palavras, ainda lembrou do ap. Bud Wright que sempre contava as suas histórias destacando a fé e nos ensinou a mesma coisa. 

Clique aqui e leia mais da mensagem de Renato Gaudard.

Após o intervalo, Kleber Conradesqui, da Igreja Verbo da Vida no Rio de Janeiro (RJ) testemunhou como tem auxiliado pastores na área financeira através de suas atividades no Banco Santander e ele destacou a honra em poder ajudar e poder ser instrumento de Deus em lugares estratégicos como esse. 

A ONG Baluarte foi destaque no evento e Marcos Freire mostrou um vídeo com os avanços da obra na África através dessa Organização. A Baluarte tem construído sonhos para órfãos e viúvas. Ele falou sobre o projeto e mostrou como tem a obra tem crescido. Também se alegrou pela compra do terreno em Angola.

A ministração da Palavra, nesse segundo período, foi realizada pelo pastor Marcelo Carvalho, supervisor do Ministério Verbo da Vida em Minas Gerais. 

Marcelo também começou falando sobre contar histórias, baseado em II Coríntios 2.14. Ele destacou que a única coisa que pode mudar o nosso destino é nos agarrarmos às Escrituras! “Andar segundo a Palavra de Deus não quer dizer que não enfrentamos adversidades. Evangelho tem a ver com você tomar a sua cruz e seguir” disse ele. 

O pastor mergulhou na Palavra e deu vários conselhos aos ministros em como andar sabiamente aproveitando ao máximo as oportunidades da vida, mesmo em dias maus. 

Ele contou várias experiências mostrando que na sua vida tempestades podem surgir, mas se você não parar, estará mais forte. “Gosto dessa frase de Billy Graham: ‘Não se preocupe, eu já li o final da Bíblia e tudo vai acabar bem!'”, afirmou.

Marcelo Carvalho falou de forma madura sobre a realidade do ministério. Fazendo paralelos, narrou a história de um velho lenhador. O ministro encerrou a mensagem falando sobre as 5 lições práticas do lenhador:

1 – Seja humilde – Você nunca sabe de tudo ao ponto de não receber conselhos. 

Ele falou que muitos se acham capazes no ministério, mas não possuem experiências. “O neófito não é apenas novo na fé, mas novo na vida”, disse ele.

2 – Não se isole. A síndrome do isolamento é terrível. Quem se isola paga um preço alto. Falta sabedoria para aquele que se isola.

3 – Não faça tanto barulho ao ponto de não ouvir o que outros estão falando. Se você faz muito barulho, não ouve conselho. A mente pode fazer mais barulho do que a boca.

4 – Amole seu machado. Afie a lâmina, não se amola machado de graça. 

5 – Observe o ambiente produtivo e adeque-se a ele. Se adeque a realidade que estamos vivendo. 

Através de muitas histórias, as ministrações dessa manhã mostraram que podemos aprender, sim, com os fatos narrados pelos outros, e que a nossa fé adquire força quando nos aconselhamos com pessoas sábias. A manhã foi encerrada com muitas reflexões.

Leia mais da mensagem do Marcelo Carvalho clicando aqui.

Conferência de Ministros Sudeste segue sua programação, à noite, começando as 19h45.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA